11 março 2013

FOI HÁ UM ANO QUE O VENTO NASCEU, COM O FOGO E A ÁGUA DE ANTÓNIO RAMOS ROSA!

 
 
desenho de António Ramos Rosa
 

Escrevo-te com o fogo e a água. Escrevo-te
no sossego feliz das folhas e das sombras.
Escrevo-te quando o saber é sabor, quando tudo é surpresa.
Vejo o rosto escuro da terra em confins indolentes.
Estou perto e estou longe num planeta imenso e verde.

 O que procuro é um coração pequeno, um animal
perfeito e suave. Um fruto repousado,
uma forma que não nasceu, um torso ensanguentado,
uma pergunta que não ouvi no inanimado,
um arabesco talvez de mágica leveza.

 Quem ignora o sulco entre a sombra e a espuma?
Apaga-se um planeta, acende-se uma árvore.
As colinas inclinam-se na embriaguez dos barcos.
O vento abriu-me os olhos, vi a folhagem do céu,
o grande sopro imóvel da primavera efémera.


 António Ramos Rosa
Volante Verde - 1986
 
 
 

 

16 comentários:

  1. O meu abraço de parabéns e desejo de boa semana!

    Bisous

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. olá amiga linda :))
      'tava com saudade tua.
      'bigada!

      bisou
      até logo!

      Eliminar
  2. Inspirado e inspirador, este seu portal prima pela sensibilidade e bom gosto

    Prarabéns pelos conteúdos e feliz aniversário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. que surpresa Armindo :)
      bem vindo!
      obrigada, espero que voltes sempre!
      também o teu espaço é lindo com tantas imagens belissimas
      muitas pelas bermas do meu rio, o Tejo!

      até logo.

      Eliminar
  3. :) Parabéns, foi um ano muito bom, pelo menos eu gosto muito de vir aqui ler os poemas que partilhas! Espero que continues, nós agradecemos.

    Beijo grande, e mais anos muitos de boa poesia!

    (O meu espacinho, o "Instantâneos", também faz anos - na próxima quarta feira - são quase da mesma idade :) )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;))))
      ... bom, para dizer a verdade, foi por ter lido o teu "Instantâneos" que lembrei do aniversário deste "filho" barulhento ;)))...

      dia 13 lá estarei para deixar-te um beijo.
      obrigada pelo teu carinho.
      espero-te sempre!

      beijo

      Eliminar
  4. 1 ano de partilha :)
    Parabéns.
    Beijito.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. beijito Secreta!
      grata pela tua presença :)

      Eliminar
  5. Respostas
    1. é-me gratissima a tua companhia, Eufrázio!

      beijo.

      Eliminar
  6. Um belíssimo sopro, digo poema...
    Excelente escolha! Do desenho
    também. Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tossan, grata
      também por estares aqui :))

      beijo.

      Eliminar
  7. Querida amiga

    As palavras
    que semeiam o pensar
    são preciosas.
    Delas nascem sentimentos
    que nos tiram do lugar comum
    e nos fazem sentir
    o perfume
    precioso da vida.

    Olha o céu de manhã.
    Vês como brilha iluminado
    por teus sonhos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)))
      és um amigo muito gentil, Aluísio :)
      obrigada.

      beijinho.

      Eliminar
  8. O vento vai
    o vento vem
    está sempre presente!

    Saudações poéticas!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. sempre, Poeta, mesmo que só em pensamento!

      abraço, Poeta Calado.

      Eliminar