01 setembro 2012

AS MÃOS DADAS


Um dia me falaste
e as árvores morriam galho a galho seco.
Havia flores, recordo.
Havia ruas, aí também recordo.
e escadas
vazias.

Não me falaste, não.
Fui eu quem perguntou,
beijando-te tremente, quantos anos tinhas,
e o teu nome.

Não tinhas nome; ou tinhas mas não teu.
E a tua idade, as tuas mãos nas minhas

Jorge de Sena




19 comentários:

  1. Boa escolha, bom poema.

    Bom fim de semaana, rrrss

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) beijo e abraço, São :)
      bom fim de semana, por aqui quase sem sol e um vento tão quente que parece chegado do deserto, mesmo assim saboroso ;))

      Eliminar
  2. Un poema realmente exquisito. Besos.

    ResponderEliminar
  3. Um lindo poema, que se lê com um sorriso no rosto... :)

    Beijos, bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. um sorriso para ti, Isa.

      beijo, boa semana.

      Eliminar
  4. Sem dúvida, um lindo poema! gesto simples mas que muito me diz:dar as mãos...
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. dar as mãos...
      como quem abraça!

      dispensáveis são as palavras nestes gestos que as substituem plenamente, já que as palavras são interpretáveis, têm mil e muitos significados, chegam a cada um de formas diferentes.
      as mãos, os abraços nunca nos enganam, tanto no bom como no mau sentido.

      eu adoro mãos nas mãos
      e braços nos abraços

      beijo, Lilá(s)

      Eliminar
  5. Excelente escolha poética.
    Querida amiga, tem uma boa semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. obrigada, querido amigo.
      bom final de semana para ti.
      beijo.

      Eliminar
  6. "E a tua idade, as tuas mãos nas minhas"

    Tudo dito.

    Beijo amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. porque o sentimento é intemporal

      beijo, Daniel

      Eliminar
  7. Belíssima poesia! Esta o vento não leva. Beijo moça

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)) Tossan, moço bonito, gosto sempre da tua passagem por aqui.
      beijo, até logo.

      Eliminar
  8. Gestos simples...mas que dizem tanto, o calor dum abraço o toque de uma mão.
    Uma escolha sublime, como sempre.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. gestos simples...
      são eles, sempre, os mais verdadeiros

      num olhar que saiba ler-te a alma, silencioso... :)

      beijinho Sonhadora,
      até logo

      Eliminar
  9. Apareceu actualização ou foi impressão minha?

    Bom resto de domingo, com abraço enorme.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :))) não foi impressão tua rsss
      recebo sempre actualização da "são", da "Sâo" é que não e se não passar pelo perfil, por vezes não me lembro de espreitar.

      beijooo.

      Eliminar